Sul

Sul

Sul

Chumphon

Chumphon

 

Chumphon é a primeira região do sul da Tailândia. Ao longo da sua extensa costa, em frente ao Golfo da Tailândia, um enorme número de praias virgens oferecem a oportunidade de uma evasão tranquila. Uma das ilhas de visita obrigatória é Ko Tao, facilmente acessível a partir de Chumphon e considerada um dos melhores locais de mergulho de todo o país.

PhuketPhuket

Num pano de fundo pintado em colinas verdes, a costa ocidental daquela que é a maior ilha da Tailândia é abençoada com toda uma série de praias e enseadas magníficas, banhadas pelas águas azuis cristalinas do Mar de Andaman. A generosidade da natureza é complementada pela vasta oferta de hotéis de luxo e resorts de enorme prestígio internacional. Para quem procure a ilha com o objetivo de relaxar e desfrutar de umas férias de sonho existem desportos aquáticos, que incluem vela e mergulho, mas também os que permitem desfrutar do continente, como golfe e tratamentos nos vários SPA’s.

Phuket não é, contudo, apenas uma ilha ao sol, apresentando também uma riqueza de atrações paisagísticas e culturais que vão de templos budistas, pagodes chineses e mesquitas muçulmanas ao fabuloso festival anual vegetariano.

As belas mansões edificadas sob o estilo sino-português relatam a história de riquezas construídas a partir da mineração de estanho, no século XIX e nos inícios do século XX, e as plantações de goma e coco contrastam com áreas de floresta virgem preservada, compondo uma paisagem refrescantemente verde. Quem procura uma visão abrangente do que a Tailândia tem de melhor encontra grande parte delas em Phuket.

Krabi

Krabi

 

Para muitos turistas, Krabi é a mais bela província que se estende pela costa de Andaman. É o tipo de lugar onde clichês tão gastos como idílico e imaculado ganham um novo significado, com praias que congregam o charme característico da suave costa de Andaman com a sua areia fina e branca, água cristalina temperada e exuberante vegetação tropical que se espraia sobre a costa.

Como pano de fundo, criando um cenário dramático e de extraordinária beleza, os penhascos em tons de ferrugem emergem na costa, chegando a alcançar os 300 metros de altura. Há também ilhas próximas da costa, sendo as mais famosas as ilhas gémeas Phi Phi, onde decorreu a ação do filme “A Praia”, e a recentemente popular Ko Lanta.

Phang-nga

Phang-Nga-Kao-Tapu

 

Localizada imediatamente a norte de Phuket, Phang-nga é conhecida pela assombrosa beleza natural da sua baía insular. A chegada a esta maravilhosa paisagem marítima faz-se de barco, por um estuário de rio, onde o pântano de mangais evoca uma beleza primordial.

O misterioso toma um rumo dramático quando o estuário se amplia e a baía se revela de repente, apresentando inúmeros afloramentos calcários, que emergem de um modo singular, envoltos em emaranhados de trepadeiras e arbustos. Alguns crescem fora de água, outros parecem montículos ou tomam formas irregulares e todos apresentam um aspeto sobrenatural. Um deles é particularmente famoso: conhecido como a ilha de James Bond, foi o local onde decorreu o filme “007 - O Homem da Pistola Dourada”.

Uma atração diferente espera-o nas costas do norte de Phang-nga, onde as águas que banham os grupos de ilhas Similan e Surin apresentam as condições ideais para o mergulho e onde há um mundo subaquático de cortar a respiração, repleto de peixes tropicais e abundante em formações de corais.

Trang

Trang

 

A sul de Krabi, a província de Trang apresenta-se como uma região intermédia, mas também se distingue pela beleza e atrações tanto da sua costa como do interior da província. Cruzar as águas costeiras, visitando locais notáveis como a Caverna Esmeralda e as ilhas próximas, é a principal atração marítima de Trang, juntamente com excelentes oportunidades para praticar snorkeling e mergulho. As excursões no interior são igualmente gratificantes, com paisagens montanhosas exuberantes, pontilhadas por cavernas e cascatas. Algumas destas cavernas, como Tham Phra Phut, têm o adicional interesse cultural de exibirem imagens de Buda, enquanto outras se mostram puras maravilhas naturais. Tal como acontece com as cavernas, Trang pode gabar-se de possuir numerosas quedas de água de grande exotismo, não apenas pela sua beleza particular, como também pelos ambientes florestais tranquilos em que se inserem.

 

Surat Thani

Surat Thani

 

644 quilómetros a sul de Banguecoque encontra-se Surat Thani, a maior província da Tailândia. A cidade homónima, capital da província, ganhou especial relevância durante o período Srivijaya (séculos VII a XIII) por estar estrategicamente posicionada na foz dos rios Tapi e Phum Duang. Atualmente, o seu porto é importante no comércio de borracha e coco.

Quem se desloca à Tailândia em busca de paisagens selvagens e verdejantes, encontra-as no Parque Nacional de Khao Sok, um manto de floresta profunda que se estende ao longo de 700 quilómetros quadrados, cobrindo os afloramentos de calcário e os altos penhascos das centenas de ilhas da barragem de Ratchaprapha. É aqui que muitos amantes de passeios de barco e caiaque encontram a felicidade profunda, nesta que é uma das paisagens mais impressionantes do país. O Parque alberga mais de 180 espécies de aves, bem como outras espécies raras de animais selvagens, incluindo elefantes, ursos, leopardos ou tigres. É também aqui que se encontram as Namtok Mae Yai e Namtok Sip Et Chan , magníficas e populares quedas de água e grutas que tanto atraem os turistas a esta região.

Entre os locais a visitar em Surat Thani conta-se ainda Chaiya, uma das mais antigas cidades do sul da Tailândia, que foi no passado um dos centros do império Srivijaya. Foram aqui descobertos numerosos artefactos que datam de mil ou mais anos. Dois lugares imperdíveis em Chaiya são o Templo Phra Borommathat Chaiya Ratchaworawihan, de um branco inesquecível, e o Museu Nacional de Chaiya. Outro ponto a visitar é a aldeia Phumriang, famosa pela sua produção de seda de elevada qualidade, que se tornou um dos produtos mais exportados de Surat Thani.

Ranong

Ranong

Abrangendo uma área de mais de 3 mil quilómetros quadrados, Ranong, a província menos populosa da Tailândia, fica a 568 quilómetros de Banguecoque e a 300 quilómetros a norte de Phuket. A província é limitada a oeste pelo Mar de Andaman e serve de porta de entrada para o Myanmar, com quem também faz fronteira. No nordeste de Ranong, o istmo de Kra é o ponto mais estreito da península, onde apenas 44 quilómetros de terra separam o Mar de Andaman do Golfo da Tailândia.

Conhecida por ser a província mais húmida do país, com 8 meses de chuvas fortes a alimentarem o verde incomparável de Ranong, a província tem nas suas fontes termais, nas terras de Wat Tapothraram, o principal atrativo para os visitantes. As fontes brotam do chão a um temperatura de 65º-70º graus e apesar de não ser possível aos banhistas desfrutar delas no seu estado puro, podem, ainda assim, apreciar as suas propriedades termais num dos vários hotéis e SPA’s de grande qualidade que se encontram nas proximidades. Num deles, o SPA do Hotel Jansom Thara, os 42º graus das águas já convidam aos mergulhos e aos muitos tratamentos por elas possibilitados. 

Além de cuidar do corpo e da mente dos visitantes, Ranong oferece-lhes também o contacto próximo com a natureza, em especial no Santuário da Vida Selvagem de Khlong Nakha, no distrito de Kapoe. Com uma área de cerca de 50 quilómetros quadrados, esta reserva engloba uma das mais férteis florestas do sul da Tailândia e está ligada ao Santuário da Vida Selvagem de Khlong Saeng, em Surat Thani, e ao Parque Nacional de Si, em Phang-Nga. 

Ko Samui

Ko Samui

Com uma área de 247 quilómetros quadrados, Ko Samui é a terceira maior ilha da Tailândia e, apenas numa década, tornou-se um dos principais destinos turísticos do sudeste asiático. Aprazivelmente localizada no Golfo da Tailândia, Ko Samui é procurada não apenas pela sua tranquilidade e  praias paradisíacas, mas também pelos entusiastas de ação, já que a ilha oferece uma diversidade de atrações desportivas, como mergulho, snorkelling, windsurf, parapente, voleibol de praia e muito mais.

Um dos maiores atrativos da ilha é a estrada de 50 quilómetros de extensão que a circunda, com vista para as excelentes praias das costas norte, leste e oeste. Atravessando tranquilas aldeias de pescadores e paisagens de coqueiros, a estrada passa pela mais impressionante queda de água da ilha, e, ao longo do caminho pelas terras altas, oferece tentadores desvios aos mais aventureiros. Ao longo da estrada também se podem encontrar um jardim de borboletas, um espetáculo de cobras, um centro de treino de macacos e SPA’s para quem queira mimar o corpo. 

Perto de Ko Samui encontram-se três grupos de ilhas de uma enorme beleza e que não podem deixar de ser visitados: o Parque Nacional Marinho Muko Angthong e as ilhas de Pha-ngan e Tao.

O Parque Nacional Marinho Muko Angthong é um arquipélago de 42 pequenas ilhas a cerca de 35 quilómetros a este de Ko Samui e é a mais idílica representação de um paraíso tropical. Enormes montanhas de calcário elevam-se do mar e cobrem-se do verde da floresta virgem, uma maravilha que pode ser apreciada do alto de um miradouro em Ko Wua Talap ou explorada pelo mar que a envolve de barco ou caiaque.

Em Ko Pha-ngan são as baías isoladas e as praias paradisíacas e de difícil acesso que mais aliciam os visitantes. A apenas 20 quilómetros ao norte de Ko Samui, e acessível por uma curta viagem de barco, a ilha tem um centro repleto de lojas que vendem materiais para atividades náuticas e pequenas lembranças, mas é a sua praia mais famosa, Hat Rin, e as famosas Festas da Lua-Cheia que todos os meses levam milhares de pessoas de todo o mundo à ilha.

Por fim, mas longe de ser menos importante, encontra-se Ko Tao, a “Ilha Tartaruga” cuja forma inspirou o nome e que é especialmente apreciada pelos amantes de mergulho e snorkelling. Os seus programas de atividades subaquáticas são considerados dos mais excitantes de todo o Golfo da Tailândia, e as empresas dedicadas a este setor proliferam na única cidade da ilha, Mae Hat.